Sunday, April 12, 2009


OS "MOMENTOS DE JAZZ" DA LADY DAY
A celebração dos 14 anos da exitosa existência do programa radiofonico "Momentos de Jazz" vai acontecer daqui a pouco pelas ondas jazzisticas da Radio Amazonas Fm 101,5 (http://www.radioamazonasfm.com) a partir das 20h00 (hora Manaus).
O programa vai focar nas leituras antológicas e inesqueciveis de Billie Holiday. Foi justamente no dia de seu nascimento que fizemos a primeira transmissão no dia 7 de abril de 1995.
A Lady Day (apelido pelo qual era conhecida nos meios de jazz) quando morreu em 1959, as radio americanas quase não tocavam mais as suas gravações. Raros eram os seus discos que ainda podiam ser encontrados nas lojas. Em pouco tempo, esta situação mudou e de maneira ironica. A voz de Billie não so voltou a frequentar as radios e lojas, por meio de inumeras reedições de seus discos, como passou a ser cultuada pelas gerações posteriores com uma intensidade que a propria cantora não chegou a desfrutar em vida.
Para ele, cantar não era diferente de tocar um instrumento de sopro. "Tenho que improvisar como Lester Young, como Louis Armstrong ou algum outro musico que admiro. O que sai é o que sinto. Odeio cantar reto.Tenho que adaptar a canção ao meu jeito. Isto é tudo que eu sei", disse ela, tentando explicar a origem de seu estilo tão pessoal, em depoimento registrado no livro "Hear me Talkin' to Ya."
"Ela canta do jeito que é", sintetizou bem a cantora Carmen MacRae, que conheceu Billie ainda na adolescencia e se tornou uma de suas seguidoras mais talentosas. "Ela foi uma das mulheres mais impressionantes que encontrei durante minha vida. E me deixou apavorada pela maneira como cantava. Parecia tão perfeita que eu sentia que qualquer coisa depois dela seria ainticlimática.", disse a cantora em depoimento a Art Taylor, confessando que teve receio ao se lançar na carreira musical por se comparar em demasia com ela.
O feeling (sentimento, a maneira de sentir a musica) era o que Billie mais valoriozava no ato de cantar. Ela cantava qualquer musica como um tudo. Não trabalhava compasso por compasso,da maneira que a maioria dos cantores faz.
Vou sortear no final da audição de duas horas, um cd de Billie que foi editado na França.
Conto com tua maravilhosa audiência.
E não esqueça : - O melhor ainda está por vir.
Humberto Amorim
Locutor/Jazzófilo

2 comments:

Jeferson "Garrafa" said...
This comment has been removed by the author.
Jeferson "Garrafa" Brasil said...

Caro Humberto
Lady Day faz 50 anos de partida pra outra dimensão neste 2009 nosso de cada século. Se a memória não me trai, a data exata é o dia 17 de julho. Que tal um programa dedicado a este evento? O formato fica a critério de teu bom gosto e criatividade.
Abração.